quinta-feira, março 26, 2009

Paizinho... Não Vendas o Magalhães

Poderia ser o título do novo hit de Quim Barreiros, com vista à digressão de Verão pelas aldeolas onde os avecs bíndus da Francha matam saudades do morangueiro e os seus filhos exibem a indumentária de hip hopper que se usa muito, este ano, nos subúrbios de Paríje...
Não é!

"Magalhães podem estar a ser vendidos no mercado negro.
O computador Magalhães é entregue aos alunos do primeiro ciclo em regime de propriedade plena e alguns professores já alertaram para casos em que os portáteis podem já não estar com as crianças e ter sido cedidos ou até vendidos".

In Semanário SOL

Deixemo-nos, cidadãos (e não povo, que esse é um conceito Maior, meus palhaços, e não tem a ver com quem paga impostos e veste a melhor camisa para ir votar) de preocupações com o crescendo de imigrantes ilegais e comecemos a considerar, à séria, o quão africanos e sul-americanos nos tornámos. Pena é que ainda não tenhamos o refinamento daqueles: Aquela coisa de linchar empresários que despedem ou raptar os seus filhos. Naaaaa... por hora, ainda somos aquela cambada de mariconeros que marcha pela baixa da capital, gritando... sem uma pilhagem, sem canhões de água para dispersar os meliantes, apenas gritando... palavras de ordem mui ofensivas, tipo Sócrates Patife... enquanto Eles, lá dentro daquela sala com frescos setecentistas no tecto, riem a bandeiras despregadas sem que a justiça divina intervenha, sequer, para que se engasguem e asfixiem, MORRAM com um gole do melhor whisky de malte!!!

Envergonho-me, cada vez mais!

4 comentários:

1entre1000's disse...

vergonha será um bom termo... mas ASFIXIA é o que se me começa a apoderar da alma... dasssssssssseeeeeee pi que pi esta pi!

Anónimo disse...

Tem dói dói é?
Freaky

Master Of The Wind disse...

;-)

rosa disse...

trimmm, trimmm...

tou sim?

bom dia, é da repartição de finanças?

não, é engano.

ah...


...


olhe, de qq maneira dê o recado ao mariáchi, que vai ter de pagar uma taxa extra pelo prolongamento do prazo por mais 15 dias.