segunda-feira, novembro 17, 2008

Estou a LISCONTar os minutos...

NovAlcantara é um projecto que tem causado o seu celeuma. Penso que as razões principais são duas:
1. A obra está entregue à LISCONT e não foi a concurso público.
2. O terminal de contentores de Alcântara será ampliado, passando a receber (muito) mais do dobro daqueles que já existem.

Em termos mediáticos, a coisa tem sido badalada pela razão n.º 2. O que é triste. Ao contrário do que aconteceria se a grande questão fosse a razão n.º 1, a Administração do Porto de Lisboa viu-se obrigada a organizar uma exposição na Gare Marítima de Alcântara para esclarecer o lisboeta residente e, assim, apaziguar alguns ânimos. No entanto, eis que um estudo previu que 99,3% das pessoas não visitariam o certame. Bem pensado. Distribuíram-se, então, alguns panfletos, com o mesmo intuito, nos principais terminais de transportes públicos de acesso à capital, entre eles, claro, alguns localizados na Margem Sul. De redacção sofrível e paginação picassiana, tal documento contém valorosas justificações do projecto, dúbias explicações da celebração do contrato e um erro grosseiro...
...a última parte é consagrado às perguntas que, por certo, alguém fez e às quais é, pois, necessário responder. As duas últimas serão transcritas com exactidão. As respostas, contudo, serão da minha autoria. Porque quando há questões tão reveladoras de preconceito, imbecil sob qualquer forma, a resposta tem que ser dada como se dirigidas a crianças de 2 anos fossem. E se eu fosse TODA a população da margem sul, faria-o com violência. Infelizmente, volto a afirmar, o problema de Portugal não é ter uma Amália na Voz. É não ter um Tarzan Taborda nos braços.
Penúltima Pergunta: Porque não se aproveita o Porto de Setúbal?
Resposta dIAZ: O Porto de Setúbal está inserido na Arrábida e na foz do Sado onde, por acaso, até existe uma colónia de golfinhos com tendência a aumentar. Em Alcântara, os únicos lesados serão as baratas gigantes das docas, as tainhas e as pessoas que gostam de Salsa.
Última Pergunta: Porque não se colocam os contentores na Trafaria?
Resposta dIAZ: A Trafaria é uma aldeia piscatória. Não muito bonita, convenhamos. Mas é.

Conclusão dIAZ como resposta às inacreditáveis questões colocadas por lisboetas preocupados com a aparência da sua cidade (e ainda está para se provar que sejam, na sua maioria, lisboetas): Eu moro na Margem Sul. É uma opção. Vós viveis em Lisboa. Também é. A maioria dirá que optou por isso porque a qualidade de vida é indiscutível (hã?), há centralização de serviços e mais mobilidade (muito embora 75% dos Lisboetas não usem os Transportes Públicos e prefiram os engarrafamentos). Pois bem... ASSUMAM, de uma vez por todas, que moram numa cidade. Há poluição, tráfego, pessoas de mau-humor, atropelamentos, serviços, autocarros, metro, navios e, claro, CONTENTORES. Pensassem ANTES de comprar a casa. Estamos a falar da CAPITAL de Portugal.
Já olharam BEM para o Porto de Barcelona?

Calem-se e MAMEM!

É BEM-FEITO!

15 comentários:

Anónimo disse...

Tarzan Taborda LOL
chiuuuuuuu.......
Freaky

Zorze disse...

Se em vez de contentores fossem putas, aí já gostavas!!! Aí já não havia qualquer problema... vendido!!!

El Mariachi disse...

Como assim, "putas"???
Putas tipo toma lá 100€ e mama aqui?
Putas tipo jantar, cinema, jantar, cinema (num total de 100€) e mama aqui?
Ou putas tipo fodo com quem bem me apetece e gosto?
Explica-te!

Anónimo disse...

Medoooooooooooooooooooooo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Freaky

Zorze disse...

alínea a)

Zorze disse...

"Putas tipo toma lá 100€ e mama aqui"

espalha brasas disse...

Se fizerem como em Barcelona, até tours de barco fazem para vermos o porto... cheio de carregueiros e contentores.

Master Of The Wind disse...

Deixa-me ver se percebo uma cena... em que é que isto te faz comichão? Não moras em Lisboa... não tens vista para os contentores... trabalhas em Lisboa, mas lá está por causa da centralização dos serviços. E Diaz deixa-me que te lembre que também já fizeste parte daqueles que apesar de ter transportes preferiu os engarrafamentos. Por isso, tem calma puto.

Master Of The Wind disse...

Devias fazer um post sobre o projecto muito fixe que está pensado para a Lisnave ou a requalificação do Ginjal. Isso vale a pena fazer posts, ainda mais quando és um gajo que afirma a pulmões cheios e pleno de orgulho "Eu moro na Margem Sul".

rosa disse...

setúbal é intocável!

eu não moro em setúbal, mas gostava!


(isto dito a gritar com os pulmões cheios e tabaco e poluição)

El Mariachi disse...

Ó Master... fónix!!! Qual é a parte do "A Margem Sul serve para despejar todo o Lixo e é isso que me chateia porque para os contentores em Alcântara estou-me a cagar" que não percebeste, pá???

E se fizer um post sobre a requalificação do Ginjal é só para dizer que os do lado Não Árabe (e logo com muita falta de Mil e Uma Noites) percebem tanto de Ginjal que vão ao Atira-te em vez de darem mais dois passos e sentarem-se no Ponto Final.

Master Of The Wind disse...

Por acaso já dei os dois passos mais que uma vez, mas confesso que se calhar percebe mais o Ginjal de mim do que eu do Ginjal. Mas não percebo se moras no lado Árabe, pq é que preferes vir passar as Mil e Uma Noites ao lado Árabe!!!

Master Of The Wind disse...

Correcção: "pq é que preferes vir passar as Mil e Uma Noites ao lado Não Árabe!!!"

El Mariachi disse...

É o dilema Sherazade!

El Mariachi disse...

Rosa... és diferente. E isso é bom! As pessoas normais não têm nada de especial...