segunda-feira, dezembro 01, 2008

Plêisses Cómunes, em americano

Começo, pois, com um lugar-comum do piorio, que é para afastar, qual Dum Dum das letras, os mais eruditos. Xô! A seguir volto a ser o Good Ol' dIAZ, que é para afastar os outros todos.
Ele é, então, assim:
Isto de ser pai é um teste diário (assobios, apupos, vaias e tomates maduros).
Não para mim, claro, que tenho os meus objectivos bem traçados (mesmo, com tinta de roller ball [os escritorários dirão esferográfica], sobre alvo papel, caso contrário esqueço-me)...
Recuso-me a ser surpreendido por um pirralho que acha que me consegue dar a volta, levar a água ao seu moinho para moer a farinha do mesmo saco que o meu, pois.
Para isso, chamo a mim toda a exactidão dos princípios científicos pedagógicos e rigor na prática dos mesmos. Não respondo a nada que não saiba como certo. Nada do que eu diga poderá ser, um dia, mais tarde, usado contra mim neste Tribunal da Vida (mais uns assobios, ali atrás há um gajo que me ofende mas tudo bem porque ao lado desse há uma gaja, pestanuda, que grita "dava-te uma trinca ó Mariachi"). Mariachito poderá dizer aos seus filhos, sem nunca incorrer em falsidade, que o avô dIAZ era uma ode à Verdade. Assim...
dIAZ - Olha, filho... está a cair uma saraivada daquelas.
Mariachito - Quié sharaivada, pai?
dIAZ - É queda de saraiva!
Mariachito - Quié íchu, pai?
dIAZ - É granizo, filho, chuva de gelo
Mariachito - Quié ganíjus, pai?
dIAZ - É gelado que cai do céu...
Mariachito - Que shábe?
dIAZ - A morango, filho, morango...

9 comentários:

Zorze disse...

Tribunal da Vida é lindo..., mas gostei mt do morango; podias dizer baunilha: era mais aproximado!!! Mt bom, tal e qual ;)

1entre1000's disse...

morango não será mau... mas eu ansejo pelo dia em que o mundo seja granizado por pedrinhas de sabor a limão... melhor a FIZZ linao... nhamieeeeee

Master Of The Wind disse...

Mt bom, puto. Granizado de morango... como o mundo é bonito.

Anónimo disse...

E tinha topping? Mentires assim ao miudo, imagina como será quando ele descobrir a verdade! E o Pai Natsal para ele existe ou é o menino que Jesusu que coloca as prendas no sapatinho? Nem quero imaginar o que dirás ao puto!!!
Freaky

Zorze disse...

Dirá sempre o mais ilógico, mas o mais romântico...

El Mariachi disse...

Sim... Mas as condicionantes da crise obrigaram-me a um parco romantismo e à dura apresentação dos factos. O que vale é q ele é um miúdo inteligente e fita-me muito atento, de olhos bem abertos:

"O menino-jesus nasceu por volta de Março. Mas, no Ocidente, as festas pagãs em honra do solstício de Inverno estavam tão enraizadas que, a Igreja, querendo evangelizar os povos, viu-se obrigada a transferir a data do nascimento do menino para os Dezembro. Ora, como sabes, o pai é profundamente Cristão e, logo, quase anti-católico, pelo que dou-te prenda em Março e não-digas-que-vais-daqui"!

rosa disse...

e o que tens a dizer sobre o imperador Constantino?

esquece, eu sei que respondes.

;)

rosa disse...

(NAO) esqueci-me

Anónimo disse...

E assim como quem não quer elogiar, porque elogios dos bons fazem-se pelas costas, digo-te entre dentes que,por vezes, me lembras o senhor Mia. Dito isto neste asunto não se volta a falar.PIM!


Mary-a-da-revista-Reis