quinta-feira, fevereiro 12, 2009

Inside A Killer's Mind

Gostava deles assim, crocantes.
Pastéis de Chaves, chamavam-lhes lá na pastelaria que, nas grandes cidades, pensa-se que só vende doces mas, na verdade, vende, como o nome indica, pastéis. Doces ou salgados.
Doce era ela.
Crocante, também, como eu mais gostava.
Magra, com aquele osso da púbis demasiado saído e que me impedia de comê-la à missionário, sob pena de poder sofrer um rasgamento da bexiga.
E aqueles ossos das ancas como duas hastes, que me faziam nódoas negras.
Aqueles braços finos, crocantes, estaladiços, pelos quais a agarrava, indefesa, elevando-a no ar a cada estocada, quebradiça.
Quebrou.
Crocante, como eu mais gostava, sobre a vitrina dos pastéis de Chaves, estaladiços, o mar de sangue a desaparecer por baixo da máquina do Euromilhões.
Estaladiça, ossos, um a um.
Está fria, agora.
Não gosto, assim...

8 comentários:

Master Of The Wind disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Master Of The Wind disse...

Espero que não tenha espirrado sangue para cima dos pastéis de Chaves, pois não se deve estragar comida. Quanto à vitrine... nada que um bocado de Ajax não tire.

rosa disse...

estive em chaves este fds...

mas não comi pastéis.

(ouch-que post marado!)

1entre1000's disse...

oh porra!
rais parta pa... estavam tão frescos!
Eu disse-te Roberto!: atenção home de deus, atenção a essa escanzelada da régua que só nos vai trazer chatisses, aqueles olhos do tamanho do mundo, vão ser a perdição dos nossos pasteis! Agora olha que fizeram aos nossos pasteis!

Zorze disse...

Pela 1209834 vez repito: és do caralho a escrever!!!

Anónimo disse...

Xaval,

É nisto que tu és bom.

A criar emoções!

Quando é bonito,

Tem de ser dito!

Abraço

Tóne

El Mariachi disse...

Ah, ok, atão agora já posso fazer um post a dizer que Margem Sul é que é e cenas...

Anónimo disse...

Tás a confundir as coisas,

tu podes escrever e fazer o que tu quiseres.

Não te livras é de ter os meus comentários de acordo com a minha opinião.

Se gerar "discussão", é sp bom pois vemos outros pontos de vista.

Tóne