segunda-feira, julho 21, 2008

O Bom Futuro é aquele que Ama o Passado

Não o ouvia há mais de dez anos.
Agora, é o dIAZ que flies again, como o Robyn no Opened, a 10ª faixa, imediatamente antes de voar outra vez, à voz da Kim, com o Only in 3,s.
Agora, parece-me incrível que o Pod, das Breeders, fosse o MEU álbum no longínquo ano de 1992, quando não havia FNACs, internet ou sequer iniciativa própria.
Havia o Parreira e horas e horas de cumplicidade musical.
E decks que, em continuous play, não precisavam que se virassem as cassetes.
Como impossível me parece que ainda haja quem diz, e oiço-o vezes demais, Está tudo inventado.
Se um álbum de 1990 era aquilo, não há desculpa para que, 18 anos depois, não se inove.
Talvez ainda haja pequenos segredos.
Coisas que valham a pena sê-lo.
Razão pela qual tenha omitido qualquer faixa desse Éden do Bicho do Ouvido na minha mix tape, disponível aqui!

2 comentários:

Zorze disse...

Muito porreiro... Ja esta melhor que o Pendulo!

1entre1000's disse...

poder-me-ia alongar neste (bom) post, mas não me vou esticar até pq nem sequer é da "minha" (suposta) etiqueta... de maneiras que limito-me a afirmar, citando alguem num outro dia: "tás lá, tás lá"!!!