terça-feira, julho 29, 2008

This Is Not What It Looks Like......... or is it?

Amo a todos vós.
Mesmo àqueles que, lendo esta frase, ridiculó-incomodamente redonda, pensam que não.
Esqueçam todas as vezes que usei, de forma desonesta, a minha voz de barítono para, por cima de todas as outras, expressar opiniões que encerravam todas as certezas do mundo.
Aparências.
Nunca tive certezas de nada, à excepção da certeza que isto encerra.
Ah, e há outra: gostei de cá andar.
Muito.
Não por mim...
Importo-me bem pouco.
Alimentei-me, como um vampiro, de todos vós, para sustentar a minha alegria.
Que foi imensa.
O que dará origem a lugares-comuns como: "Mas ele era tão alegre...".
É simples.
Por isso mesmo.
Por não me permitir ao supérfluo luxo de, sem ela, prosseguir.
Bastos são todos os outros.
Nem uma grama de alegria a menos.
Nunca.
Seria desonesto para convosco, não comigo... para esse, basto-me!
Senti-me, de há algum para cá, distanciar-me-vos na estrita medida em que afastei-vos-me.
Ou vice-versa.
E não poder desfrutar de vos ter, a todos, em meu redor, por minha própria acção, empurrou-me.
Fui eu, portanto.
As usual...

3 comentários:

1entre1000's disse...

Zóooooorrrrrrrrrzeeeeeeee, óh zóoooooooozzeeeeeeeeee! Anda cá depressa!!!! tu não vês que o mestre das letras necessita de colo?!?!?! sim mimos! Palmadas nas costas e caricias no cabelo!!! Ah pois é... eu não ouso faze-lo até porque este não é um “My little... blablabla” minha etiqueta de eleição... mas bem vejo pelo que li... que são aqui necessárias umas boas mgs de mimo! Alienado trata de lhe dar pelos menos 4 cápsulas! Bem necessita! Agora demora-te depois lamenta-te... e não penses que posts em sua homenagem chegam, porque não chegam!!!

Zorze disse...

Então caralho?!?!

um teu amigalhaço disse...

épaaaa.
se isto é uma carta de suicidio espera que te de o dvd que me deu um trabalhão a compor e depois tudo bem... podes cortar os pulsos.

ps - se puderes devolver alguma coisa que te tenha emprestado e já me esqueci de te pedir, faz o obséquio.
brigadinho