segunda-feira, abril 13, 2009

Pérolas a Porcos

Sempre que o mundo é belo, que tudo é luz e que um sorriso radiante me invade a face, sempre que todos os humanos são merecedores de amor incondicional e tudo se encaixa na perfeição, sempre que há um odor a infindável compaixão no ar...
... e eu, por outro lado, preciso de ter vontade de matar alguém, clico aqui para escutar o burburinho da audiência perante o Senhor que está em palco.

Onde estava o palhaço do liceu de Columbine, o Charles Manson e o austríaco Fritzl quando o Mundo precisou deles???

2 comentários:

r disse...

há dias em que nem a música me vale.

(mesmo que me valesse, não tenho como.)

Zorze disse...

Uau! Que grande senhor!!!