terça-feira, junho 17, 2008

MUZZIK - A Play In Three Acts

ACT 1 - Ouvi dizer, por Portas das Ravessas, que os Coldplay lançaram, ontem, outro álbum. Como, modéstia aparte, sofro de SBGM (Síndrome de Bom Gosto Musical), desliguei todos os aparelhos equipados com qualquer coisa parecida com um transístor. Seguidamente, desliguei o telemóvel, por saber que, de quando em vez, sofre interferências. Chato foi o facto de ter planeado ir à Baixa ao fim do dia e, assim, ter-me visto forçado a contornar o raio de 5km em torno de qualquer FNAC ou estabelecimento comercial dedicado à venda de discos. É que comi um polvo com todos ao almoço. E estava de tal forma divinal, que não podia correr o risco de vomitar!
De nada valeu. No comboio, encontro a M, uma miúda gira mas com um cérebro normal, ou seja, do tipo oiço o que passa no rádio do carro, no mini-rádio da minha secretária na repartição, no MCM, VH1 e, lá no Café Central, às vezes, os DVD's dos U2 e da Madonna, e sou feliz. Diz-me: "Olha o que saiu hoje... fui a correr a comprá-lo na hora de almoço". Rezo para que ela tire da mala um dildo de 35cm com três velocidades, uma ponta-e-mola, uma Magnum 44, tudo, menos a ÚNICA coisa que me chocaria.

Choque!!!!!!!!!!!!

Era aquilo! E do mais profundo abisso da minha simpatia, só consegui responder: "Já alguém disse a esse senhor que, mais que ninguém, Tries Hard But Doesn't Succeed"???
Ela fez uma cara de profundo desalento. Eu, como sei não ser exemplo pra ninguém, continuei, mas noutro plano: "E não achas que a mulher dele tem uma carinha tão triste"?

ACT 2 - Ouvi dizer, por Portas das Ravessas, que vêm aí os Festivais de Verão. É uma prova (mais uma das tantas, TANTAS), da nossa cada vez maior pequenez. Como, modéstia aparte, sofro de NCA (Não-Contentamento Agudo), vou traçar um cenário para que o possam interiorizar antes de prosseguir. Respirem profundamente. Inspirem pelo nariz, expirem pela boca. Agora cliquem aqui, aqui, aqui e, para uma noção mais exacta, uma foto tirada por um roadie da Björk, o ano passado, a partir do palco. Inveraray. Escócia. Já lá estive. Estão a ver tudo aquilo que imaginam em relação aos cenários escoceses, desde que viram o Braveheart ou o Highlander com esse ícone da representação, Christopher Lambert? Não tem nada a ver. É 1000X melhor. Vá, só mais um pouco. Isso. Fffft pelo nariz, fffuuuu pela boca. Agora concebam um festival de música, chamado Hydro Connect, inserido nos cenários supra, o Castelo de Inveraray de um lado, o Loch Fyne do outro, e as seguintes bandas, por ordem de importância (para a organização): Franz Ferdinand, Kasabian, Bloc Party, Paolo Nutini, Sigur Rós, Manic Street Preachers, Goldfrapp, Amy Mcdonald, Grinderman, Duffy, Elbow, Gossip, Spiritualized, Mercury Rev, The Coral, Gomez, The Roots, The Breeders, Michael Franti & Spearhead, The Levellers, Conor Oberst and the Mystic Valley Band, The Gutter Twins, Camera Obscura, Young Knives, Sia Howling Bells, Foy Vance, Asobi Seksu, Beardyman, sendo que ainda há cerca de dez (10) a confirmar. Mais info aqui. É triste, não é?

ACT 3 - Lend us your co-ordinates, we'll send a Saint Bernard. É isso, é. Os Silver Jews têm um novo álbum.

49 comentários:

Zorze disse...

... enfim, diaz e o seu amiguinho preconceito-de-não-poder-gostar-de-nada-mainstream... eu sei que algures deves ter um post a dizer bem do primeiro álbum dos Coldplay... ah, apanhei-te...

Zorze disse...

Não respondes, palhaço?!

Zorze disse...

Não tens argumentação, criança insuportável?!

Zorze disse...

Tens medinho?!

Zorze disse...

Palhacito!

Zorze disse...

Preconceituoso!

Zorze disse...

Ahahahahah, ganhei!!!

El Mariachi disse...

Se continuas sem perceber o que se te diz, ainda que horas depois de conversa em privado fora daqui, eu passo a explicar para toda a gente ver.

Há muitos anos que não existe o Mainstream. Assim como não existe Música Alternativa. Isso era no tempo em que não havia Internet ou FNAC's.
Agora, tudo depende do teu próprio interesse e desejo de andar informado.

Agora, como sempre só há DOIS tipos de música. A boa e a má. E os Coldplay são suficientemente maus para que a falsa noção de melodia continue a orientar a malta...
...na direcção errada, claro!

Mas enfim... gostos são gostos e não se discutem. Preconceitos também não, claro. Conceitos, então, nem pensar. E o teu em relação a mim está como os Coldplay para a boa música que anda aí a ser feita... longe, longe!

Zorze disse...

Diaz, tenho-me em suficiente boa conta para estruturar as minhas opiniões - não vou atrás dos outros, tipo opinion maker ou leader ou o caralho - tens muito bom gosto e uma enorme dose de informação musical, mas não és o dEUS na terra e estás longe de me ensinares a ouvir música! Aceita os factos; até posso concordar que o mainstream já não existe, mas acho tão banais os Coldplay como projectos que o pessoal considera alternativos e os vai ver ao vivo na Aula Magna. Acho sinceramente que se aguardares um álbum dos Coldplay não com a mesma exigência que de uns Radiohead vais ver q ainda te divertes; já agora, e se tens o mínimo de racionalidade, e se há o bom ou o mau, teremos de colocar os Coldplay no mesmo saco do Graciano Saga? Foda-se, diaz, não sejas parvalhão, caralho! A música subdivide-se em inúmeras categorias: o trabalho de sonoplastia, a produção, o conteúdo, a estética, a dinâmica, a execução, a inovação e por aí fora; vê antes a avaliação dos trabalhos numa escala percentual. Não sejas fundamentallista q te fica mal. Eu defendo: este é o álbum mais consistente dos Coldplay e o melhor até hoje!

El Mariachi disse...

És muito tecnicista para musicares o coração!

Zorze disse...

E tu és muito preconceituoso para ouvires música!

El Mariachi disse...

Quiá quiá quiá quiá...

...ó David Helfgott, anda cá ver isto!

Zorze disse...

Olha, és muito entendido e se calhar não paraste para ouvir o melhor pianista de todos os tempos: Michel Petruciani! Só Richard Clayderman, não é, bimbinho charnaquense?!

zez disse...

"Just because I'm losing, doesn't mean I'm lost"

Pá, pode-se questionar a legitimidade e a qualidade musical de bandas que há dez anos andam a gravar álbuns todos iguais em termos de sonoridade e conceitos musicais.
É claro que a ingenuidade do "Parachutes" já "caiu por terra" mas isso significa que os Coldplay morreram? Nem pensar, pá! Já não tocam de dia num festival em Portugal mas não perderam o encanto, caramba!

Se já tudo foi inventado (e foi mesmo), gozemos aquilo que nos soa bem ao ouvido e à alma, daaaaa-se!

El Mariachi disse...

Reparei agora que, a propósito dos Coldplay, utilizaste "inovação"...

...quiá quiá quiá!

Zorze disse...

... falei em termos gerais ou agora vais ter de voltar ao ensino básico para aprenderes a ler novamente?!

El Mariachi disse...

Zez... dou-te os parabéns... teorizar Coldplay é, realmente, algo que eu não conseguiria fazer... o troféu Cathleen Gomes vai para ti.
Acabaste, contudo, com uma frase que traduz, na verdade, TUDO aquilo que eu quero dizer... a crença, por parte de quem gosta de Coldplay, de que está tudo inventado. NADA de mais errado, meu rapaz, NADA...

Zorze... depois de ter referido o Helfgott (pensando que irias compreender a relação entre ser-se um óptimo executante de piano, dono de toda a técnica mas, simultaneamente, possuidor de uma grave doença mental), nem à tua cultura cinematográfica e ao óscar para o Geoffrey Rush te consegui levar...

...ainda bem que eu é que sou tendencioso e de ideias fixas!

1entre1000's disse...

ora portantusssssssssssss sobre o assunto na mesa... aaaannnhhhmmmmmm... (aclarar a garganta) como ja disse a alguem aqui "presente" o novo dos meninos terá um bom grupo de musicalidades para usar nas montagens do europeu de futebol... mais do que isso não estou a ver não... agora retiro-me q de facto ninguem m convidou a sentar eu é q dei uma de marroquino "quê frôreee"...

Zorze disse...

Lolada, Diaz, o que vale é que curto bué, senão partia-te essas trombas! Mas agora, e para a tua cultura geral, Michel Petruciani vale exactamente o mesmo que o teu exemplito; execução técnica notável e possuidor de uma grave doença que o levou à morte; mas é melhor falarmos deste músico, pois a cena dele era física e não de efeito de limitação mental, não é Diaz?!

El Mariachi disse...

1entre1000's...
...só por causa disso, pá, amanhã é um My Little Beautiful Life só pra ti!

Zez disse...

prémio Cathleen Gomes??? ó amigo Diaz, se vais por aí tenho que te galardoar com Eduardo Prado Rabbit Prize pela descrença em tudo o que é lançado e que possa ser minimamente conotado como mainstream.

apresenta-me algo totalmente inovador e eu faço-te uma vénia!

ninguém teorizou Coldplay, só acho que as bandas não passam de bestiais a bestas consoante o número de pessoas que as ouvem, o número de discos que vendem ou os metros quadrados de palco em que tocam.

e segundo a tua teoria, teremos os Coldplay a fazer um episódio especial dos Morangos com Açúcar um dia destes, não?

Zorze disse...

Lolada, dá-lhe Zez... é curioso q o diaz não postou ainda nada sobre o facto de o Benfica já não ir à Liga dos Campeões? Lolada, ridículo o teu fundamentalismo musical e o teu clubeco do Alto dos Moinhos!

El Mariachi disse...

Não, estás enganado... estávamos a falar do Chris Martin que, quanto a mim tem, de facto, bastantes limitações...

... se são mentais...

... é lá com o psiquiatra dele.

Pelos vistos, com a editora é que não é!

Zorze disse...

E a tua limitação é o preconceito...

El Mariachi disse...

14 comments acima do teu, Zez, está a seguinte frase: "Não há Mainstream"...

...qual foi a parte em que Zorze voltou a bater na tecla que já está esclarecida para poder state his clame, o que é, já de si, um contrasenso, confundindo-te?

Zorze disse...

Vais ser comido vivo! A irracionalidade é fácil de se destruir com boa argumentação! Não tens hipóteses!

Zez disse...

Diaz, tu escreveste isto:

"Agora, como sempre só há DOIS tipos de música. A boa e a má. E os Coldplay são suficientemente maus para que a falsa noção de melodia continue a orientar a malta...
...na direcção errada, claro!

Mas enfim... gostos são gostos e não se discutem".

Em que é que ficamos?

Zorze disse...

Ya, a lucidez doentia do diaz é uma coisa esperta...

El Mariachi disse...

Nisso mesmo... ou há boa música ou má música. É simples! E os gostos não se discutem, também. Ou seja:
Coldplay não é Mainstream porque tal não existe, ponto.
Coldplay é mau, ponto.
Há quem goste, ponto.
Não discuto isso, ponto.
Só e apenas que Coldplay é, efectivamente, mau, ponto.
Quem gosta de Coldplay acha que já está tudo inventado, ponto.
Há alguns que gostam de Coldplay, como o Zorze, que têm preconceito com o conceito "alternativo" porque acham que ainda existe, talvez por ainda gostarem de Coldplay, ponto.

Entendido?

Zorze disse...

Quem disse que eu gosto de Coldplay, ponto?!

Zorze disse...

Só disse q o álbum estava bom, ponto!

El Mariachi disse...

ah ah ah ah ah
mataste-me, Zorze, acabou!
A seguir a isto, podes dizer o que quiseres!

Zorze disse...

Porquê? Ainda não li nada que levasse a crer tal saída vitoriosa da tua parte! Estás armado em Luís de Matos ou La Feria?!

El Mariachi disse...

hi hi hi hi hi

esquece, Zorze, esquece...

...ai isto era um torneio?

atão pronto, ganhaste, olha, olha, tou a bater no tapete...

... a rebolar a rir, mas tou

hi hi hi hi hi hi

Zorze disse...

lolada! Chupa-me a glande enquanto te dou murros carinhosos na cabeça! Vai-te foder, preconceituoso do caralho!

Zez disse...

Atenção: eu já conheço mais de três pessoas que conhecem Rufus... acho que o "vento" está a mudar para aqueles lados...

El Mariachi disse...

baaaaahhhhh ah ah ah ah ah ah ah

Zorze disse...

Ya, mais dois meses, Rufus, Andrew Bird, Beirut e Antony não valerão um caralho!

Zorze disse...

É só o meu vizinho do 2 Esq começar a gostar dele e ultrapassará o número fatídico de 6 pessoas...

SóFi disse...

Nunca percebi pessoas que querem convencer-nos de que o bom está num lugar a que poucos acedem. Sabes que mais? Gosto de música. Sabes o que ainda é pior? Além de Coldplay, oiço Pedro Abrunhosa, com a sensação de que o meu coração pára só para ouvi-lo melhor. Isto assusta-te? É o que sou, pouco me importa se por causa da música que oiço me consideres um cérebro "normal"!

Zorze disse...

Dá-lhe Sófi! Eu quando era novo ouvia Nana Mouskouri e Demis Roussos por influência de "mês" pais !

zez disse...

Atire uma pedra quem não tinha o single do Tarzan Boy, de capa amarela!

Zorze disse...

E o Boney M e o LP da Tieta do Agreste!?

El Mariachi disse...

Pois é, meus amigos...
...se eu não tivesse evoluído desde a minha infância, ainda andava de prepúcio à banda.

Reparem na diferença entre a vossa argumentação e na da Sófi, que assume, sem problemas, o que ouve, ao invés de dizer "eu também ouvia muita coisa má quando era miúda mas depois cresci e acho o novo álbum dos Coldplay muita bom", que seria um contra-senso.

Sófi, ainda que tenha reparado, pelo que pensaste que eu terei pensado ao referir-me ao Cérebro Normal, que não é, precisamente, Anormal, tenho que te dizer:

Concordo contigo, especialmente com a parte em que dizes que o melhor está nas coisas onde poucos acedem. É verdade. Mas está lá. Só não lhe acede quem não quer. Mas a Humanidade é por demais conhecida por enveredar pelo caminho mais fácil. Dá muito trabalho descobrir coisas novas. E se não souber delas, sou feliz à mesma! Esta é a verdade que persegue, inclusivamente, tantas mulheres, felizes, de cujo companheiro nunca soube, nem quer saber, o que é o ponto G. E a felicidade prossegue, pelo menos, até um dia.

Eu tenho o direito de achar que sou melhor amante. O que era visível desde o tempo em que, nas minhas K7 do Amor, esse objecto de cortejamento tão próprio dos anos 80/90, não figurava NEM UMA música das facilmente acessíveis.
Joguei sempre pela capacidade de surpreender. Dei-me bem, acredita!

Porque, em primeiro lugar, sempre fiz por me surpreender a mim próprio sem seguir atrás do que é, enfim, o rebanho.

Admito, contudo, que se possa ser feliz de uma maneira mais, digamos, sossegadita.

Eu, contudo, recuso-me a ter 50 aos 33!

SóFi disse...

Se achas que ouvir Coldplay, desconhecer o ponto G, saber onde ficam os Himalaias, não ter artilhado as K7 do amor com as tais músicas da surpresa e do encanto te levam a ter 50 aos 33; deixa-me dizer-te que ainda bem que a felicidade não tem uma única face e que várias pessoas podem desfrutar dela da forma que entenderem. Considera-te melhor amante. Considera-te melhor ouvinte. Considera-te ovelha tresmalhada do rebanho a que a maioria pertence (a maioria que corre atrás do último álbum dos Coldplay). Mas deixa-me a mim duvidar de tudo isso...

El Mariachi disse...

Eu disse... ou, vá lá, quis dizer:
pode-se ser tão ou, provavelmente, mais feliz de outras formas que não a minha...

Zorze disse...

Ai, qd discutes com miúdas pareces um gentlemen, quando, no fundo, és uma besta, cabrão do caralho!

El Mariachi disse...

o contrário de ti, que partes sempre pá ofensa básica e rasca!

Zorze disse...

Nunca te ofendi de forma básica, palhaço!

Ah, é verdade! Foste atrás da carneirada... parece que agora é cool não gostar de Coldplay...