terça-feira, agosto 25, 2009

PAIN THE HORROR PAIN THE HORROR PAIN x INFINITO!

Num momento, o dIAZ está na praia.

A correr atrás de Mariachito e Tiaggen Dazz, primo-irmão daquele. A olhar para o biquini engraçado e que assenta bem. A encher de beijos o afilhado Daniel que chega para espalhar charme e sorrisos. A fumar depois do mergulho, virado para os primeiros raios de sol, que passam de tímidos a intensos num ápice.

No outro, o dIAZ está deitado na areia.

A dor é excruciante. Não me consigo mexer. As pessoas dizem que ouviram um estalo enorme. Eu não. Apenas tudo branco. Os olhos cheios de lágrimas. Nem um dedo consigo mexer, naquele momento. Nada. Penso em tudo o que tenho e poderei deixar de ter. Brincar com o meu filho, mandá-lo ao ar, andar de bicicleta, jogar à bola às Quartas depois do trabalho, andar na Gioconda. Mariachito quer dar beijinhos no dói-dói do pai. Acha que é uma borbulha ali, na omoplata. Digo-lhe que sim. Mas choro. É tudo o que consigo fazer. Isso e reparar se sinto as pernas, os dedos dos pés.

No dia seguinte, o dIAZ vai ao massagista.

Recomendado por muitos. O lugar? Não sei. Algures na Trafaria. Quinta da Corvina. Antigo Bairro da Pentelheira. Uma estrada de terra batida digna de uma prova de rally qualquer que eu conheceria se fosse apreciador. Que desemboca num ermo onde uma única casa se avista. É essa. Patos, galinhas, gatos e cães por todo o lado. Entro, por entre calendários da Nossa Senhora de Fátima e chouriços pendurados. O homem foi massagista do Belenenses. Mas em 1947. Tem 83 anos, sei mais tarde. Já foi operado às cataratas. Isso não o impede de me puxar por uma perna até que as lágrimas me voltem a saltar, em bica. Saio torto. Estou pior. Mas conheci mais um Portugal que, estando a 15 minutos de Lisboa, me pareceu, a todo o momento, Carrazeda de Montenegro.

7 comentários:

Armand Blanchard disse...

quem precisa de um ferreiro e vai ao sapateiro é capaz de não ficar bem servido...

juizinho é que é preciso.

Kaui disse...

E com isto tudo estás melhor ou não??? E chouriços, ele deu-te algum? Isso é que era!

El Mariachi disse...

BOUA, Kaui... naaa... isso não. Mas olha... tenho o link do filme que vai estrear nos estates e tem a tua cara!

Kaui disse...

E por que motivo ainda não tenho esse uink, hum... Até tenho medo... Deve ser um documentário sobre goluseimas do Michael Moore... Assim tipo "Charlie and de Chocolate Factory" mas na fábrica das pastilhas em Mem Martins, onde o Zoooorze foi uma vez fazer uma reportagem.

Zorze disse...

Kaui, meu amor!!! Gosto mais de ti do que qualquer guloseima existente neste planeta. Beijo, Kaui linda!

Diaz, foda-se, caralho, não trates de ti não e vai a massagistas do Belenenses que ainda te fodes. Qualquer dia ainda te sai uma massagem com brinde... levas com um malho de 50 cm por essa peida de maricas charnaquense e começas a gritar feito uma criança!!!

El Mariachi disse...

Deves pensar que eu frequento os Massage Parlor do Fiê Quiê Piê!!!

Antes levar na boca como o Macaco Adriano!

Se calhar, fazia falta ao Polga uns arreios à antiga... mas não estou a ver ninguém do Clube dos Pullovers Atados aos Ombros com Sapato Vela e Baínha de Ir Ao Berbigão a terem a coragem!

Zorze disse...

(lol)