terça-feira, agosto 04, 2009

Embaraço n.º 327(a)

Mariachito vai, como sempre, à frente, a correr. De repente, estaca e fixa o olhar numa velhota minúscula. Seria anã se os anões não tivessem uma esperança de vida reduzida. Estremeço porque adivinho o que aí vem. No preciso momento em que ela passa por ele, o bicho vira-se para trás e anuncia, num brado que poderia ser ouvido a quilómetros de distância:
Mariachito: Ó pai ó pai olha uma senhora tão pequenina!!!
dIAZ: (uma mão na cara e cabeça para trás, um arrepio na espinha).
Velhota que poderia ser anã: Ó meu filho, mas tu também és pequenino!
Mariachito: (estende a mão até quase tocar na cara da senhora e estica 3 dedos) Mas eu só tenho 3 anos!!!
dIAZ: (cólica).

3 comentários:

Maria Reis disse...

ainda que..


gargalhada..como só poderia ser..

valem o mundo todo, todos os sacrifícios, todas as noites mal dormidas..momentos assim, destes..

Zorze disse...

lol! muito bom!!!

Leonor disse...

Adorei! O desbocamento dos putos desarma. Lindo!