segunda-feira, maio 05, 2008

Portugal Cíclico

Descendente de alentejanos, passei a minha infância a ouvir estórias da "sardinha para oito pessoas que guerreavam pela cabeça", a ver o brilho nos olhos do meu avô quando contava, sem qualquer indício de vergonha, que tinha de entrar à socapa pelos meloais para poder acompanhar o pedaço de pão com algum conduto, a concluir que a própria gastronomia abaixo do Tejo, muita dela constituída por pão e água, provém da miséria e ignomínia que fez o Alentejo de ontem e permitiu que os famosos Montes fossem, hoje, propriedade de lisboetas, destinados a pouco mais que sujar o jipe para a semana de trajecto Lapa - Tagus Park.
Esta é a realidade que conheço.
A Fome, porém, foi companheira de mesa de muita gente deste país.
Analizando a coisa historicamente, raros foram os períodos de bonança que este povo atravessou e, quando os havia, poucos eram os que o sentiam.
Agora, que as últimas notícias dão conta do que há-de vir, muito em breve, sabe-se que o fantasma da Fome ensombra, mais uma vez, Portugal.

Eu, que não vi o 25 de Abril, espero que os que o fizeram estejam orgulhosos de uma revolução Maricas, feita de cravos em vez de armas, e que permitiu, por isso e por muito mais, que em 30 anos a malta dos poleiros escalasse por vós acima gozando com a vossa cara.

Eu, que não voto, espero que vós, votantes, estejam muito orgulhosos de vós próprios!

Esperarei, calmamente, que o instinto de sobrevivência, que torna o Homem o Lobo do próprio Homem, castigue quem merece...

...todos vós, moles, cobardes, sonâmbulos, idiotas, carneiros!

5 comentários:

Cidadão disse...

Vivo, como tu, o mesmo medo de, ao final do dia, já nem para a sopa me sobre porque todo o pouco dinheiro que tenho serve apenas para pagar juros combrados por tipos proprietarios de montes alentejanos que diariamente evitam sujar os seus jipes em terrenos diferentes daquelas para os quais foram inicialmente concebidos.
No entanto ha algo que referes onde não sou igual a ti. Eu voto! E assim, nunca me apontarão o dedo por não tentar. Como tal, desculpa que te diga, perdes alguma da legitimidade para assim te prenunciares. E mais te digo! Nada fiz para os que lá estão, estejam, mas algo fiz para que outros se apresentem e os contestem e os critiquem para que eu viva num país melhor, mesmo sabendo no mundo em que vivo.

El Mariachi disse...

Meu rapaz...
Respeito a tua opinião, como a todas.
Simplesmente porque compreendo que a lavagem cerebral de que somos vítimas durante a aculturação não nos permita sair do molde "votar é um direito e um dever". No entanto, o molde começa já a ceder, e para extravazar basta apenas puxar um bocadinho pela cabecita e concluir que, mediante este sistema governativo, é o poleiro que interessa. Quem lá chega, só faz é cagar porque sabe que tu limpas!
Enquanto houver uma só pessoa a votar, isto NUNCA mudará, precisamente porque as pessoas pensam que é no voto diferente que reside a salvação! Não é por haver os Mão Morta que as pessoas vão deixar de comprar discos do André Sardet, não é por haver vidrões que deixará de haver quem parte garrafas no chão, não é porque as mulheres portuguesas estarem mais libertinas que vão deixar de haver putas!

A ida à ranhura numa caixa montada numa escola que, é já por si, e cada vez mais, uma instituição desacreditada, deve ser acompanhada de uma marcha fúnebre pelo perpetuar de uma situação de que não se vislumbra o fim, e não de um sorriso idiota cheio de crença na mudança.
Há muitas maneiras de se ser otário!

Entre política, religião e impostos pagos com sentido de dever cumprido, escolhe a tua droga legal, mas tão cegante e estupidificante como as outras!

Anónimo disse...

Eu voto,sou "otária" porque tento fazer a mudança???
Faço a mudança todos os dias quando educo as minhas filhas a serem pessoas melhores e a não seguirem alguem porque lhes dizem que sim,mas nunca lhes posso dizer deixa andar e alguem que trate da mudança por ti.Desistir não e baixar a cabeça nunca.È isso que tu estás a fazer quando optas por não votar,vai lá e entrega o teu em branco.

El Mariachi disse...

Não...

Otária é só porque pensa que o voto pode fazer a diferença, precisamente porque seguiu, a vida toda, alguém (muitos alguéns) que disseram que sim, o poder está no voto! Tenho uma novidade, chocante, porventura, mas verdade absoluta: Não está, NUNCA esteve. O voto vem primeiro e as decisões vêm depois, sendo que nós não temos qualquer poder de decisão sobre elas. Estas são tomadas em função dos interesses do grandes grupos económicos sobre os quais os próprios políticos não têm qualquer poder. São seus lacaios e fazem Béu Béu, como nós fazemos Mééééé em bichas para as urnas!

Otária porque educa as filhas, fazendo, portanto, com que elas a sigam, pensando que dessa forma está a fazer com que sejam pessoas melhores. Fá-lo, porém, segundo aquilo que é o seu conceito de "Pessoas Melhores", furtando-lhes o Livre Arbítrio e a Opinião Própria.

É por isso que nunca haverá democracia representativa. Se todos nós temos uma pequena ditadura em casa, como poderemos ajudar, votando em pessoas que nem conhecemos, o próximo?

Como é que é possível que, desde que temos Direito de Voto, a coisa tenha vindo SEMPRE a piorar e somos teimosos ao ponto de continuar a fazê-lo?
Preocupemo-nos menos em ser cidadãos e mais em sermos animais pensantes e, como tal, humanos, por favor!

日月神教-向左使 disse...

AV,無碼,a片免費看,自拍貼圖,伊莉,微風論壇,成人聊天室,成人電影,成人文學,成人貼圖區,成人網站,一葉情貼圖片區,色情漫畫,言情小說,情色論壇,臺灣情色網,色情影片,色情,成人影城,080視訊聊天室,a片,A漫,h漫,麗的色遊戲,同志色教館,AV女優,SEX,咆哮小老鼠,85cc免費影片,正妹牆,ut聊天室,豆豆聊天室,聊天室,情色小說,aio,成人,微風成人,做愛,成人貼圖,18成人,嘟嘟成人網,aio交友愛情館,情色文學,色情小說,色情網站,情色,A片下載,嘟嘟情人色網,成人影片,成人圖片,成人文章,成人小說,成人漫畫,視訊聊天室,a片,線上遊戲,色情遊戲,日本a片,性愛